Publicidade

Portos do Paraná vence prêmio nacional de responsabilidade socioambiental

Projeto de Saneamento Ecológico da Ilha de Eufrasina, no litoral do Paraná, substitui os sistemas rudimentares de tratamento de esgoto por estrutu...

21/06/2024 às 16h20
Por: EDITOR Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Portos do Paraná
Foto: Portos do Paraná

A Portos do Paraná conquistou nesta quinta-feira (20) o Prêmio Portos e Navios de Responsabilidade Socioambiental, pelo projeto Saneamento Ecológico. A 4ª edição, organizada pela Revista Portos e Navios, ocorreu durante o 17º Seminário Nacional sobre Indústria Marítima e Meio Ambiente (Ecobrasil), no hotel Mirador, no Rio de Janeiro. Nesta edição, 11 projetos foram inscritos.

O projeto da Portos do Paraná substitui os sistemas rudimentares de tratamento de esgoto na Ilha de Eufrasina, no Litoral, por sistemas ecológicos e de baixo custo.

Segundo o diretor de Meio Ambiente da Portos do Paraná, João Paulo Santana, o prêmio é um reconhecimento de que a empresa pública está atuando com o compromisso social e ambiental, buscando desenvolver projetos que atendam as comunidades que estão no entorno, solucionando problemas coletivos, utilizando técnicas permaculturais que está trazendo em aulas de educação ambiental. “Essa premiação vem como uma forma de valorizar todas as atividades que desenvolvemos e que já são reconhecidas internacionalmente”, enfatizou.

A bióloga Jaqueline Dittrich e o coordenador de Comunicação, Educação e Sustentabilidade, Pedro Pisacco, representaram a empresa pública que administra os portos paranaenses durante o evento. Na quarta-feira (19), eles apresentaram o projeto que atua em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR). Desde 2022, as duas instituições realizam projetos nas ilhas.

“Para a equipe de sustentabilidade da Portos do Paraná, é uma grande honra receber esse prêmio, tendo em vista a notoriedade e a relevância da revista e também do seminário Eco Brasil, já consolidado no setor portuário”, destacou Pisacco.

Para Jaqueline, este projeto é mais um passo na relação com a comunidade acadêmica, na formação de estudantes, e, especialmente, na melhoria da relação porto e cidade com as comunidades pesqueiras. “Os objetivos do projeto são melhorar a qualidade de vida dos moradores e preservar a baía de Paranaguá”, afirmou.

SISTEMAS– Os primeiros sistemas foram instalados no ano passado em 10 casas e foram monitorados por seis meses, apresentando uma redução da presença de 90% dos coliformes fecais nas águas. Mais 60 casas na Ilha de Eufrasina devem receber o sistema nos próximos anos, representando 100% das residências de moradores na comunidade.

Os 100 imóveis de veranistas também serão contemplados com apoio técnico e licenciamento ambiental das casas, mas os proprietários é quem custearão os materiais e a mão de obra. Também serão aplicadas oficinas de produção de materiais de limpeza ecológicos com os moradores e monitoramento da balneabilidade das águas.

A Ilha de Eufrasina foi selecionada para receber o sistema de saneamento por ser um ambiente rochoso e com grande declive à beira do mar, o que impede a instalação dos sistemas tradicionais de tratamento de esgoto.

O projeto premiado segue cinco Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2015. São eles:

6 – Água Potável e Saneamento

11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis

14 – Vida na Água

15 – Vida Terrestre

17 – Parcerias e Meios de Implementação

Goioerê, PR
10°
Tempo nublado

Mín. Máx. 18°

Sensação
2.45km/h Vento
88% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h14 Nascer do sol
06h01 Pôr do sol
Ter 23° 12°
Qua 25° 13°
Qui 28° 15°
Sex 29° 16°
Sáb 30° 16°
Atualizado às 01h02
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 362,034,07 +9,22%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Lenium - Criar site de notícias