Publicidade

Evento em Curitiba discute vigilância e respostas às emergências de saúde pública

Durante o encontro haverá troca de experiências entre os profissionais da Sesa, inclusive das Regionais, da Agência Nacional de Vigilância Sanitár...

04/06/2024 às 20h14
Por: EDITOR Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: SESA
Foto: SESA

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesa), em parceria com o Ministério da Saúde, promove nesta terça e quarta-feira (4 e 5) a “Oficina de Preparação, Vigilância e Resposta às Emergências em Saúde Pública”, no auditório do Hotel Mabu, em Curitiba. O evento tem como objetivo instituir ações integradas entre os setores da Vigilância em Saúde, com foco na preparação, vigilância e resposta às emergências em saúde pública no Paraná.

Durante o encontro haverá troca de experiências entre os profissionais da Sesa, inclusive das Regionais, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Defesa Civil para o aprimoramento das práticas de detecção, notificação, investigação e resposta rápida, contribuindo com a elaboração do Plano de Preparação e Resposta da Saúde às Emergências em Saúde Pública no Paraná. O evento conta também com a participação de gestores, assessores e técnicos federais, estaduais e municipais. No total, 115 integram a iniciativa.

A diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Sesa, Maria Goretti David Lopes, enfatizou a importância da oficina como uma oportunidade de crescimento profissional e de construção de estratégias para o Estado. “Precisamos construir ferramentas e soluções para essas necessidades que surgem sem aviso. A pandemia da Covid-19 e agora esse desastre no Rio Grande do Sul trouxeram-nos o aviso de que somente juntos poderemos dar respostas rápidas e eficazes na resolutividade das necessidades da população”, disse.

Todo o trabalho é voltado para situações em que demande o emprego urgente de medidas de prevenção, de controle e de contenção de riscos, de danos e de agravos à saúde pública em situações que podem ser epidemiológicas (surtos e epidemias), de desastres, ou de desassistência à população.

INTEGRAÇÃO – A oficina iniciativa do Departamento de Emergências em Saúde Pública, da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente do Ministério. A ação visa a integração de segmentos como os Centros de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), os núcleos de Vigilância Hospitalar, rede de programa da Vigilância de Populações Expostas aos Riscos Associados aos Desastres (Vigidesastres) e as áreas técnicas que atuam nas ações de preparação, vigilância e resposta às emergências em saúde pública.

“Estamos desde o início da situação no RS com essa experiência de como agir nas emergências em saúde pública é importante. Em cada estado existe um foco diferente, pois eles têm suas peculiaridades. Vamos debater muito a vigilância e a resposta, ou seja, o operacional. O mais importante é a preparação. Salvar vidas é a nossa prioridade”, ressaltou o assessor técnico do Departamento de Emergências em Saúde Pública do Ministério, Edenilo João Roberto Cavalcanti.

PRESENÇAS– Participaram da abertura da oficina a secretária municipal da Saúde Curitiba, Beatriz Battistella; a representante do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado do Paraná (Cosems/PR), Bruna Markevicz; o representante da coordenação estadual da Defesa Civil, Daniel Lorenzeto; e o presidente do Conselho Estadual de Saúde do Paraná, Fábio Stahlschmidt.

Goioerê, PR
28°
Tempo nublado

Mín. 17° Máx. 30°

27° Sensação
7.45km/h Vento
32% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h14 Nascer do sol
05h53 Pôr do sol
Dom 33° 18°
Seg 32° 19°
Ter 31° 17°
Qua 25° 15°
Qui 25° 11°
Atualizado às 13h03
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,81 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,13%
Bitcoin
R$ 369,886,92 +0,58%
Ibovespa
121,341,13 pts 0.74%
Lenium - Criar site de notícias