Publicidade

Governo investe R$ 4,5 milhões em centro de inovação com foco na indústria têxtil em Apucarana

O local abrigará laboratórios de análises têxteis e vestuário, incubadoras de empresas, laboratórios de empresas incubadas e salas de treinamento ...

29/05/2024 às 09h37
Por: EDITOR Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: SETI
Foto: SETI

O Governo do Estado autorizou nesta terça-feira (28) o aporte financeiro de R$ 4,5 milhões para a implantação do Centro de Inovação Têxtil (Citex), ligado à Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em Apucarana, na região do Vale Ivaí.

Os recursos são do Fundo Paraná de fomento científico e tecnológico, dotação administrada pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti). Eles serão destinados para as obras de construção civil da nova unidade acadêmica, que terá dois pavimentos erguidos em uma área de 802 metros quadrados, no câmpus universitário.

O local abrigará laboratórios de análises têxteis e vestuário, incubadoras de empresas, laboratórios de empresas incubadas e salas de treinamento e capacitação.

A iniciativa está pautada no desenvolvimento do setor produtivo regional de confecção e vestuário. A cidade de Apucarana é um dos principais fabricantes do Estado de peças de roupas e acessórios, como jeans, camisetas e bonés, sendo considerada o maior polo industrial paranaense da produção têxtil.

O município reúne, ao todo, segundo dados da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), cerca de 612 estabelecimentos e 7.175 trabalhadores nesse segmento empresarial.

Além de Apucarana, outros municípios próximos, como Cianorte e Maringá, na região Noroeste do Estado, e Londrina, no Norte, concentram o maior número de postos de trabalho na indústria têxtil.

Para o secretário estadual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, Aldo Nelson Bona, a estrutura atende demandas do setor e impulsionará o desenvolvimento regional. “O convênio que nós assinamos é um importante passo para a valorização da atividade têxtil, que é um arranjo produtivo fundamental para a economia regional e que demanda serviços tecnológicos prestados fora do Paraná. Dotar o Estado de estrutura para atender a essas demandas do setor produtivo e para ajudar a impulsionar a economia local é um dos objetivos primordiais do sistema estadual de ciência e tecnologia”, afirma.

Ele enfatiza, também, a atuação das instituições de ciência e tecnologia para o desenvolvimento do Estado. “Com autorização do governador, o intuito é fazer com que os ativos tecnológicos do Paraná possam cada vez mais servir à sociedade paranaense e gerar desenvolvimento econômico e social em todas as regiões do Estado”, complementa Bona.

O centro de inovação pretende atrair pesquisadores de outras instituições de ensino superior e de pesquisa científica e tecnológica, interessados em desenvolver estudos e projetos relacionados à indústria têxtil. Essas parcerias acadêmicas possibilitarão a criação das chamadas spin-off, que consistem no lançamento de novos produtos e negócios, a partir de empresas já existentes, integrando pesquisa e mercado.

DESENVOLVIMENTO– Nesse contexto, a nova estrutura acadêmica pretende promover pesquisas que contribuam para a indústria têxtil, a fim de buscar soluções tecnológicas e sustentáveis, alinhadas com as demandas de mercado.

O intuito é favorecer o desenvolvimento científico, tecnológico e econômico local e regional, com apoio para startups, empresas e empreendedores do ramo de confecções. A expectativa é desenvolver análises da cadeia têxtil da região, contribuindo para reduzir custos de produção e logística, agregar valor aos produtos e elevar a competitividade.

Segundo o reitor da UTFPR, Marcos Schiefler, a iniciativa contribui para a atuação que a universidade tem desenvolvido na região. “O campus de Apucarana já possui expertise na área têxtil, na área de design de moda, e vai poder expandir projetos que vão contribuir para o enfrentamento de desafios do setor e a melhoria da produtividade, para tratarmos com projetos concretos questões da realidade, da indústria”, pontua.

O diretor-geral do câmpus de Apucarana da UTFPR, professor Marcelo Ferreira da Silva, comenta os benefícios da instalação do Centro de Inovação Têxtil para os estudantes. “Os nossos alunos serão os grandes beneficiados, tendo em vista a aplicabilidade do conhecimento, pois terão contato com diversos equipamentos de pesquisa, de medidas físicas, de testes, de análises que não teriam contato em qualquer outro ambiente, levando em consideração que existem poucos cursos da área têxtil no nosso país, sendo dois aqui no Paraná”, explica.

Ao término da execução da obra de construção do Citex, os equipamentos e mobiliários atualmente instalados em locais improvisados e de espaço reduzido do câmpus serão transferidos para as novas instalações. Além de análises laboratoriais, serão disponibilizados, por meio de editais, ambientes para incubação de empresas de base tecnológica do setor têxtil e de confecções.

ENSINO SUPERIOR– O câmpus da UTFPR em Apucarana conta com cursos de graduação em Engenharia Têxtil e Tecnologia em Design de Moda, além de um Programa de Pós-graduação em Engenharia Têxtil e Moda. A instituição também desenvolve projetos de extensão e pesquisa e mantém acordos nacionais e internacionais para aprimorar a formação profissional dos estudantes.

O Citex vai complementar essas atividades, a partir da promoção de uma cultura empreendedora, contribuindo para uma formação que considera os desafios de um mercado globalizado.

PRESENÇAS– Participaram da cerimônia de assinatura para liberação dos recursos, em Curitiba, o vice-prefeito de Apucarana, Paulo Vital, o presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana (Acia), Wanderlei Faganello; e o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. Pela UTFPR, o pró-reitor de Graduação e Educação Profissional, Jean Marc Stephane Lafay; os pró-reitores adjuntos Roberto Molina de Souza (Pesquisa e Pós-Graduação) e Euclides Alexandre Bernardelli (Relações Empresariais e Comunitárias); o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação do Câmpus de Apucarana, Thiago Gentil Ramires; a diretora de Comunicação, Maurini de Souza; a coordenadora do Curso de Tecnologia em Design de Moda, Rosimeiri Naomi Nagamatsu; entre outros gestores acadêmicos.

Goioerê, PR
10°
Tempo nublado

Mín. Máx. 18°

Sensação
2.45km/h Vento
88% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h14 Nascer do sol
06h01 Pôr do sol
Ter 23° 12°
Qua 25° 13°
Qui 28° 15°
Sex 29° 16°
Sáb 30° 16°
Atualizado às 01h02
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 362,325,50 +9,30%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Lenium - Criar site de notícias